quarta-feira, 30 de janeiro de 2008

Características da dor Neuropática

CARACTERÍSTICAS DA DOR NEUROPÁTICA
A dor neuropática se manifesta de várias formas, como sensação de queimação, peso, agulhadas, ferroadas, choques. Pode ser acompanhada ou não de formigamento ou adormecimento (sensações chamadas de parestesias) de uma determinada parte do corpo. Como no sistema nervoso existem fibras ¿finas¿ e fibras ¿grossas¿, as características das dores podem identificar qual o tipo de fibra que está acometida. Nas lesões de fibras finas geralmente predominam as dores em queimação, aperto e peso. Nas lesões de fibras grossas são mais comuns as dores em pontadas, agulhadas e choques. Existe, ainda, situações em que existem ambos os tipos de dores, isto é, dores de fibras finas e grossas ao mesmo tempo, sendo chamadas de dores mistas. Quando somente um trajeto nervoso está comprometido pela doença, por isso chamado de mononeuropatia, a dor é bem localizada, podendo afetar um lado do corpo ou da região (por exemplo, um lado da perna, do tórax, da face, etc.). Às vezes, mais de um nervo pode estar envolvido no processo, causando dores em mais de um segmento do corpo (mononeuropatia múltipla). Quando vários nervos estão alterados ou danificados, ou seja, nas polineuropatias, a dor aparece de forma difusa, generalizada, podendo provocar dor no ronco, nos braços e pernas ao mesmo tempo. A dor pode ser contínua (estar presente durante todo o tempo) ou intermitente (em crises, surgindo em horários intercalados). A intensidade da dor varia de fraca a intolerável, dependendo do estágio da doença e do grau de comprometimento dos nervos. Às vezes, as dores confundem não só doente como também o médico, o que faz com que o paciente tenha dificuldade de encontrar um profissional que faça o diagnóstico e o tratamento corretos.

CIRURGIA
Para alguns tipos específicos de dores neuropáticas o médico pode indicar algum tipo de tratamento cirúrgico sobre o nervo ou na medula espinhal ou até em nível cerebral (exemplos: implantes de eletrodos, estimuladores que funcionam como marca-passos do coração). O tratamento objetiva a cura da doença e, quando não for possível, o alívio do sofrimento do paciente. Vale lembrar que o controle adequado da dor favorece o paciente em vários aspectos: melhora as atividades diárias, proporciona sono tranqüilo e reparador, aumenta a capacidade para o trabalho, estimula o apetite sexual e de lazer e melhora a auto-estima. Enfim, melhora a qualidade de vida.
DOR NEUROPÁTICA
Definição A dor neuropática é um tipo de sensação dolorosa que ocorre em uma ou mais partes do corpo e é associada a doenças que afetam o Sistema Nervoso Central, ou seja, os nervos periféricos, a medula espinhal ou o cérebro. Essa dor pode ser conseqüência, também, de algumas doenças degenerativas que levam a compressão ou a lesões das raízes dos nervos ao nível da coluna.
FATORES DESENCADEANTES
· Doenças infecciosas ¿ causadas por bactérias ou vírus que podem afetar os nervos pela liberação de toxinas ou pela degeneração provocada pela presença do microorganismo. Podem determinar dores agudas ou dores que persistem após a resolução do processo infeccioso, como, por exemplo, a neuralgia pós-herpética causada pelo vírus Herpes varicela zoster, vulgarmente conhecido como ¿cobreiro¿.
· Traumas ¿ em trajetos nervosos por acidentes, fraturas ou cirurgias que levam a dores agudas de grande intensidade no período de convalescença ou no pós-operatório, as quais podem se tornar crônicas, caso não sejam tratadas adequadamente. · Diabetes mellitus ¿ na fase degenerativa, pode lesar a capa que reveste os nervos (chamada de ¿bainha de mielina¿), provocando a neuropatia diabética. · Acidentes ¿ que afetem a coluna, determinando lesões da medula, podendo causar dor intensa e persistente. · Alcoolismo, deficiência nutritiva e de certas vitaminas ¿ afetam a função nervosa de forma significativa desencadeando um quadro de dor.
LEMBRE-SE
O sucesso do tratamento dependendo muito de você. Exemplos de doenças ou lesões que provocam dores neuropáticas: Neuralgia do trigêmio. Neuralgia do glossofaríngeo (nervo da língua e garganta). Neuralgia facial atípica. Neuralgia traumática (após acidentes). Neuralgia incisional (de cicatrizes). Radiculalgia pós-laminectomia (por cicatriz após cirurgia de hérnia de disco). Neurite ou polineurite diabética. Plexalgia ou plexite após radioterapia. Tumores comprimindo nervos. Síndrome talâmica (após derrames cerebrais em áreas específicas). Disestesia do paraplégico (após lesões completas ou incompletas da medula espinhal). As informações sobre saúde contidas neste site são fornecidas somente para fins educativos e não pretendem substituir, de forma alguma, as discussões estabelecidas entre médicos e pacientes. "NÃO TOME NENHUM MEDICAMENTO SEM O CONHECIMENTO DE SEU MÉDICO. PODE SER PERIGOSO PARA SUA SAÚDE". Todas as informações contidas neste site são destinadas ao público brasileiro.

ORIENTAÇÕES GERAIS
· Procure se informar com seu médico sobre o seu problema de saúde, esclarecendo suas dúvidas e amenizando as angústias; · Quando mais informações você tiver em relação ao seu problema, mais chances de um bom resultado você terá; · Tome as medicações nos horários recomendados, sem alterar as dosagens; · Quando sentir algum sintoma ou reação diferente, parar a medicação, entre em contato com seu médico; · Pode ser que o tratamento seja de longa duração, porém, não desanime, procure seguir rigorosamente as orientações da equipe (médico, enfermeiro, etc).
TRATAMENTO
O tratamento da dor nauropática varia de acordo com a doença e o estágio em que ela se encontra. O objetivo é tratar especificamente do nervo, ou a doença que está lesando o nervo indiretamente e/ou a dor oriunda dessas lesões ou visar somente o alívio da dor. Os medicamentos comumente usados são: · Anticonvulsivantes ¿ substâncias usadas para tratar epilepsia (gabapentina, carbamazepina, lamotrigina) que atuam diminuindo a atividade elétrica dos nervos ou inibindo a passagem das dores por determinadas vias nervosas. · Anestésicos ¿ como a cetamina e ropivacaína, que também diminuem a atividade elétrica dos nervos. · Antidepressivos ¿ como a amitriptilina e imipramina, que estimulam certas partes do sistema nervoso que vão inibir a passagem das dores, além de atuar na depressão que geralmente acompanha a neuropatia ou qualquer dor na fase crônica. Os anticonvulsivantes e os antidepressivos são administrados por via oral e os anestésicos, pelas vias oral, intravenosa e peridural (na medula espinhal). No caso das medicações usadas pela via oral, os resultados de melhora começam a ser sentidos após duas ou três semanas de tratamento e depois de reajustes progressivos nas dosagens. Esses medicamentos costumam, no início, provocar sonolência, tonturas, sensação de cabeça vazia, boca seca as quais cedem dentro de cinco a sete dias. Caso esses sintomas sejam muito intensos, procure falar com seu médico, pois uma orientação dele pode tranqüilizá-lo e, com um ajuste de dosagem, poderá continuar com o tratamento. O acompanhamento pode ser ambulatorial.
Quando se faz uso de medicamento por via intravenosa (infusão pela veia), há necessidade de hospitalização por uns dias, para se controlar melhor as reações. Durante o tratamento, podem ocorrer efeitos colaterais, geralmente mais acentuados no início, que tendem a amenizar com a continuidade da terapia. A persistência com o tratamento é muito importante para se obter bons resultados.

68 comentários:

  1. Olá Ane!
    Estava aqui lendo a respeito da dor neuropática ,só tratamentos tenho visto que tem bastante, mas voce poderia me esclarecer melhor se tem cura?? tenho muita depressão e dores na cabeça e coluna. Uma coisa horrivel, e os medicamento são muito caros , e não tenho condições o que voce poderia dizer para que eu pudesse buscar tratamento mais acessivél e obter a cura? Obrigada!

    ResponderExcluir
  2. olá

    sinto por vc, mas não me dissestes de onde és.

    tente tratamento em hospitais universitários, são centros de atendimento especializado e normalmente com muitas pesquisas,
    suas dores neuropáticas se são da coluna, podem ter uma grande melhora, tem que saber o diagnostico e tomar as medicações, procure as universidades que tem hospital, ok?
    melhoras

    ResponderExcluir
  3. OLÁ ANE
    GOSTEI DOS SEUS ESCLARECIMENTOS, VAI ME AJUDAR MUITO. AGORA QUE OBTIVE UM DIAGNÓSTICO MAIS REAL, E O MÉDICO ME RECEITOU UM MEDICAMENTO PORRETA "CODATEN" ACABOU COM A DOR, É MAGICO.FOI DIAGNOSTICADO TAMBÉM 3 HÉRNIAS DE DISCO E DIABETES MAL CUIDADO. VOU CUIDAR.
    UM ABRAÇO
    JOSÉ
    jw@emocoescar.net
    SOU DE CURITIBA - PR

    ResponderExcluir
  4. obrigada José
    fico feliz por você estar começando a se cuidar e o codaten estar fazendo um bom efeito
    melhoras e dê sempre notícias

    ResponderExcluir
  5. BOA NOITE!!!
    A DOR NEUROPÁTICA PODE SER ALIVIADA COM A PRATICA DE EXERCICIO FISICO????
    ESSA ATIVIDADE PODE PIORAR O QUADRO DE DOR????
    AGURADO CONTATO
    GRATA

    KETRI

    ResponderExcluir
  6. olá, isso é muito relativo
    exercícios físicos vão depender da dor, da doença, enfim, uma coisa que é muito recomendado, é hidroterapia, peça ao seu médico, qual a melhor atividade para o seu caso
    melhoras

    ResponderExcluir
  7. Olá Ane..por acaso já experimentaste algum tratamento a base de anti-oxidantes?!
    Um grande abraço
    Kamila

    ResponderExcluir
  8. Olá Kamila,
    sim já tentei e não tive boa sorte, mas cada organismo é um,fale com seu médico e veja se pode ser um tratamento complementar
    boa sorte

    ResponderExcluir
  9. Ane!
    !

    Ane!
    li seu comentario me ajudou muito.Recentemente recebi diagnostico de fibromialgia e dor neuropatica .Passei anos indo de medico em medico mas sem resultado possitivo.Estou usando lyrica 150mg. pela manhã ainda não optive grande melhora .Estamos adaptando a dosagem.
    Um grande abraço. Irami Noll Sto.Angelo RS

    ResponderExcluir
  10. Apos quase 5 anos com o diagnostico de polineuropatia periferica e com tratamento inadequado, me consultei com um neurologista indicado por um amigo. O diagnostico mudou para mielopatia. Estou tomando lyrica 600mg/dia em duas doses de 300 (manha e noite) combinado com outros remedios. Posso dizer que a dor neuropatica melhou muito, mas o tratamento eh muito caro!!

    ResponderExcluir
  11. olá que bom que vc vc melhorou das dores com Lyrica, procure um advogado e veja bem, todas as vezes que não temos renda para manter medicamentos abusivamente caros, podemos pedir ao governo ou até mesmo a seu plano de sáude, não deixe de tomar corra atrás de seus direitos
    boa sorte

    ResponderExcluir
  12. BOA TARDE,MEU NOME É ELVIRA SOU DE RIO CLARO E TENHO FIBROMIALGIA MAIS OU MENOS UNS 5 ANOS, TIVE UM PERIODO DE MELHORA E AGORA VOLTOU AS DORES COM TUDO, MAIS ESTOU MAIS PREOCUPADA COM O ADORMECIMENTO NOS MEUS BRAÇOS DURANTE A NOITE, TEM ALGUM PERIGO ESSE ADORMECIMENTO, CORRO ALGUM RISCO, POR FAVOR ME RESPONDA E OBRIGADA

    ResponderExcluir
  13. Elvira, boa tarde,
    vc deve procurar um neurologista, acredito que perigo de vida, não há, mas tem que ser investigado
    melhoras

    ResponderExcluir
  14. Oi Ane, tenho fibromialgia, descobri este ano, já experimentei de tudo, agora um neuro me pediu uma tomo do encéfalo e coluna, to pra fazer uma ressonância da coluna e tomo da cervical.Tenho muita dor, mesmo tomando os remédios,comecei agora com Lyrica, tomara que de certo.
    Pior perdi o emprego e estou em outro, mas é muuuiiitoo difícil, é um sacrifício diário.
    bjos
    obrigada

    ResponderExcluir
  15. Olá Ane, gostei muito de seus exclarecimentos.Gostaria de fazer uma pergunta: ha dois meses fiz uma artrodese L4-L5 e S1 e ...? - pois bem desde a cirurgia venho sofrendo desses sintomas da dor neuropatica. Estou tomando gabapentina 300 3x ao dia porem com pouca melhora. sinto todos os sintomas que vc descreveu: dor ardencia queimação alfinetada choque. Quanto tempo em média essas dores vao persistir? tem alguma coisa que eu possa fazer para aliviar alem de tomar a gabapentina ? por favor me ajude estou ficando muito desanimado com essaas dores. Obrigado. ah ia me esquecendo sou do Rioo de janeiro-capital. Obrigado

    ResponderExcluir
  16. olá você do rio de janeiro,
    infelizmente, as dores neuropáticas são de difícil prognóstico, tente fazer acupuntura, e visite um clínico da dor.
    lembre-se que quanto mais estressado, pior os sintomas
    boa sorte e melhoras

    ResponderExcluir
  17. Ola boa noite ,me chamo neide sou do interior de Saõ paulo,a tempo tenho sentindo muita dor na perna direita ,sinto choques e adormecimentos nos dedos do pe,tenho uma protusaõ na L4 e L5 meu medico me passou gabapentina 150,tenho o colo do intestino irritado ,esse remedio pode me causar algum desarranjo ,obrigada

    ResponderExcluir
  18. Olá meu nome é Obedes melo tenho dor farcial a cerca de dez anos, com longa historia de exames e tratamento, incluindo diagnótisco de neuralgia do trigêmeo, tratamento farmacológisco (anticonvulsivantes antidepressivos tricíclicos e opióides) e cirurgia de descompressão microvascular. Teve quatro elementos dentarios exatraídos e um procedimento círúrgico local, na tentativa de aliviar a dor, com piora a cada procedimento.
    estou fazendo tratamento em Sp. no Hc
    segundo meu medico estou com um problema Neuropático no trigêmeo no maxilar,
    eu sinto dor todos dias se for possivel quero corta o nervo não importa que acontecer comigo!

    ResponderExcluir
  19. ola meu nome e diogo sou de resende eu levei um tiro no peito lado esquerdo e sinto muita queimacao na mao usei varios medicamentos gabapentina 900 mg em 6h6 entre outros o dr. valdemar fernandes me indicou o implante de eletroudo um gerador na costela uma bateria no meio das costa e um sinalizador no pescoço melhorou muito pouco o que eu devo fazer?

    ResponderExcluir
  20. ola meu nome e diogo agora o medico me emdicou a simpatectomia sera que vai adiantar a melhorar a dor que eu sinto por favor me ajude

    ResponderExcluir
  21. Olaa Anee, minha namorada esta com Mielite Transversa faz 5 meses, e ela sente muita door e um incomodo muito forte, como fala nas CARACTERÍSTICAS DA DOR NEUROPÁTICA, ela diz q é insuportável, e a familia dela nao sabe oq fazer, sexta ela se consultou com um novo médico e ele receitou pra ela CODATEN, faz 3 dias q ela ta tomando e não deu resultado, e ainda ela ta reclamando q nunca foi tao forte quanto esta sendo hoje, eu queria saber se isso é normal, se o CODATEN demora mesmo pra fazer efeito?! Obrigada!

    ResponderExcluir
  22. OLÁ meu esposo sofreu um AVC e ficou lecionado com o lado esquerdo do rosto e todo lado direito do corpo com dor neuropática,Ele faz uso de gabapentina, carbamazepina e rivotril a 9 anos. Gostaria de saber se o uso de gabapentina tem que ser feito pelo resto da vida!! já que ele acha que ñ esta dando efeito a 9 anos usa e as dores e queimações esta a cada dia pior.

    O que mais me atormenta e ter que ouvi os médicos falarem que é assim!!! :(

    ResponderExcluir
  23. olá, tenho fibromialgia e a dor neuropatica. os nervos já estão alterados como você disse no estado de polineuropatias. quando começou era no na perna direita, agora sinto nos braços, ombros e na nuca também. preciso de uma indicação, em qual tipo de medico ir, já fui em neurologista. e todos os medicos que vou nenhum sabem me dizer o que eu tenho. eu mesma pesquiso e vou atras dos meus sintomas. tenho apenas 16 anos e meus pais não entendem o tipo de dor e o estado que eu estou.. dizem que é frescura. tenho a alteração do sono, minhas dores são de todos os tipos, queimação e de peso em alguns locais, e o resto nos outros. não consigo carregar nada, nem uma coisa leve, meu braço vai perdendo força e eu deixo tudo cair.. é uma coisa horrivel. já perdi o ano no colegio ano passado e esse ano eu nao estou conseguindo ir as aulas.. não consigo escrever. as dores pioram cada vez mais.
    faço uso de sertralina e cymbalta.

    abraço!

    ResponderExcluir
  24. Olá Ane, uma amigo meu sofreu um acidente e fraturou a coluna com lesao completa da medula e esta sentindo fortes dores nas pernas, essas dores poderiasm ser neuropaticas?
    Abraço!!!

    ResponderExcluir
  25. olá infelizmente deixei de responder a alguns de vocês, pq passei por uma cirurgia e não tinha condições de ficar online.
    agora está tudo bem vamos tentar colocar em dia
    um abraço
    Ane

    ResponderExcluir
  26. olá carioca que fez artrodese e está com neuripatia, você deve fazer hidroterapia e continuar com a gabapentina e se não melhorar a intensidade dos sintomas, procure um médico especialista em dor
    melhoras

    ResponderExcluir
  27. oi meio,
    seu marido, infelizmente está passando por sintomas fortes, mas eu acho pessoalmente que pode haver medicamentos que o ajudem sim, hoje existe até adesivos com opioides que aliviam demais as dores, tente ir a um anetesista que trabalhe com dor
    melhoras

    ResponderExcluir
  28. menina de 16 anos
    você deve procurar urgente um reumatologsita e com certeza alguns diagnósticos sãomesmo difíceis de serem feitos rapidamente, mas um bom reumato com certeza vai te dar melhor qualidade de vida, nunca desanime
    boa sorte e dê otícias

    ResponderExcluir
  29. vc que teve o amigo acidentado, claro que essas dores são sequelas dos nervos da coluna.
    tenha paciência e procure um especialista em dor
    melhoras

    ResponderExcluir
  30. Bom dia Ane, pois estive a ler o seu blog e todos os comentários e isso tudo audou-me um pouco a perceber que se calhar eu sofro de dor neuropática...será mesmo?? Não sei!
    É assim, começou há 3/4 meses atras: começei a ter dores nas pernas generalizadas, depois passei so a ter dores na perna direita e depois a dor centrou-se no quadril, joelho e as vezes tornozelo.Dores fortes que não me deixaram dormir durante 2/3 meses. Fui médico de família e ele 1º deu magnésio, não me fez nada. dali um mes deu-me lyrica 75mg e fui tomando até a dor me passar. hoje estou a tomar 1lyrica 75mg de manha e ao meio-dia e 3 de 75mg a noite e as vezes ainda me doi. Fiz um TAC e acusou uma pequena hernia mas o meu médico dissse-me que não estava a afectar nenhum nervo, daí a minha dor na perna não ser derivada da hernia e acabou por me mandar para uma consulta de neurologia mas ainda estou à espera que me chamem. E aagora há uma semana doi-me muito é as costas em baixo, tenho posto uma cinta do meu marido e tenho andado bem. o que me diz Ane? O que será que eu tenho? Ah, e também não ando muito bem da cabeça e médico mudou-me para Cymbalta mas so tomei 5 dias porque fiz os efeitos secundários todos e mandou-me parar e voltar ao Lyrica. Desde já muito obrigada pela ajuda!! E Felicidades e parabéns pelo seu Blog!!!!!

    ResponderExcluir
  31. realmente so mesmo um neurologista poderá te diagnosticar, continue fazendo o seu medicamento e usando sua cinta já que te melhora tanto, mas, diagnóstico de dor é mesmo demorado e requer um bom especialista.
    te desejo boa sorte e muita paciência.

    ResponderExcluir
  32. Ola Ane! Meu Deus... pare ce que aqui encontrei pessoas que podem entender o que sinto. Já fazem dois anos que sofro com uma dor na perna direita que irradia para quadril e joelho. Já corri muitos médicos, hoje o ortopedista me recetou o LYRICA 75 mg, e me encaminhou ao neurologista. Na ressonância deu DISCOPATIA DEGENERATIVA, mas segundo o ortopedista não condiz com a intensidade da dor e nem com o tempo que venho sentindo... já não tenho prazer de nada. Esta dor tirou minha alegria de viver. Ajude-me!

    ResponderExcluir
  33. ola,gostaria de dizer que minha dor completou 13 anos,só que de 5 anos pra cá só veio piorando,fiquei 4 anos so em medicos da cidade,varias especialidades,e apenas um ano e meio que consegui descobrir que dor é,mas nao descobriam a causa,fiz varios exames,dor neuropatica com contatura muscular,cheguei atomar 5 medicaçoes diferentes,fiquei muito pq as medicaçoes so estavam me piorando as contraçoes,engordei muito,o refluxo tb piorou,nao posso ficar tomando remedio,meu estomago nao aceita,nao sei o que fazer para trabalhar,pq nao aguento ficar na mesma posiçao nem 10 minutos que doe tudo,a acupuntura esta me ajudando,mas mesmo assim e dificil,é uma doença que fica dificil provar,somente o exame clinico,meus exames nao deram nd,mas como pode nao ter nd e sentir tanta dor,acho que só deus pra iluminar a gente neste pais que esta tudo errado,temos que nos privar de tudo,não temos vida social,acabamos ficando uma pessoa chata,pq tudo a resposta e não,enfim somente fe em deus.

    ResponderExcluir
  34. Boa noite,
    Tenho uma dor muito grande na lombar e no nervo asiatico, já fazem 6 anos, esta dor é diarimente, já passei por muito tratamentos infelizmente a tristeza e a angustia, já tomou conta de mim, agora o médico me receitou um novo tratamento com este rémedio lyrica mas o meu corpo mas uma vez nao reage ane sempre achei ridiculo abrir um site para desabafo, mas agora eu neste momento de desespero estou vendo como é importante obrigada.um abraço

    ResponderExcluir
  35. boa noite! meu DEUS pensei q estava sozinha no mundo da dor,entao isso é mesmo assim.;tenho tantas dores nos braços e pescoço ,já algum tempo
    fui ao medico e fica um jogo de empurra: vai ao reumato,ele te envia ao colega neuro o neuro te envia a um outro e assim vai. amei as tuas explicaçoes, ler os depoimentos, fico grata ao senhor por ter ainda pessoa como vc, um abraço e JESUS te abençoe!!meire

    ResponderExcluir
  36. obrigada voce e dez amei ler os depoimentos,muito me ajudou.agradeço por voce existir. um abraço

    ResponderExcluir
  37. Boa tarde Ane!
    Desde maio/2011 venho sentido uma dor no pescoço a princípio tartada como "torcicolo" tomei alguns antiinflamatórios e 3 dias depois estava já trabalhando, sendo que seria só um improviso que durou 2 anos em uma empresa que deixava-me com dois computadores em diagonal, de alturas diferentes, um telefone suspenso onde meu braço ficava no ar para usa-lo(telemarketing),uma cadeira com as costas moles me causando insegurança ao encostar e a mesa sem poder ser regulada e as pessoas que eu tinha que me comunicar dentro da empresa ficavam atrás de mim, fazendo -me torcer a coluna diversas vezes durante o dia. Fui demitida (30/06/2011)com a seguinte ironia: Você está ficando velha Andrea! Com a demissão as dores aumentaram, procurei um Ortopedista/Traumatologista que me passou alguns antiinflamatórios e analgésicos e 7 sessões de inravermelho(feitas em meados de julho/2011) as dores não passaram e eu pedi se seria possível uma ressonância,o médico relutou um pouco mas, aceitou e me solicitou o exame e mandando eu tomar: BROMAZEPAM 3mg+CLORIDRATO DE CICLOBENZAPRINA 10mg + LYRICA 150mg que me causou um tombo onde bati justamente com as costas em uma quina de móvel, fiquei suando frio e com espasmos nos braços, voltei no médico e ele ainda assim disse que seria impossível eu sentir tanta dor no pescoço com radiação para todo o braço esquerdo inclusive dormência nos dedos polegar e indicador. Fiz a ressonância que consta: OSTEOARTROSE CERVICAL, MAIS EVIDENTE EM C5-C6 E C6-C7 C/ PREDOMÍNIO DO COMPONENTE DISCAL, OCASINANDO COMPRESSÕES SOBRE O SACRO DURAL E TOCANDO A FACE VENTRAL DA MEDULA.
    Então o médico mandou-me procurar um PSIQUIATRA pois não tem mais solução p/ as minhas dores pois trata-se de problemas psicológicos...
    Sra Ane,eu procurarei um psiquiatra depois de tentar tds os recursos possíveis naturais, como: Fisioterapia com alongamentos, Acupuntura e RPG estou errada ou realmente estou ficando louca ??
    Desculpe o longo e-mail e obrigada, sou do Rio de Janeiro e gostaria muito de sua resposta.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. acho que louco é esse medico!!! vc tem que procurar outro! desejo melhoras!

      Excluir
    2. Tenho dores nos braços, pernas e pés. Tomo bromazepam 6mg. Posso tomar bromazepam e ciclobenzaprina juntos?

      Excluir
  38. Sra Ane, desculpe esqueci de informar que tenho 40 anos, 1,67cm X 55kg e nunca fiquei doente na minha vida...

    ResponderExcluir
  39. Andrea Lea, muita calma, é obvio que vc não está maluca.
    ficar deprimida, ansiosa, estressada por dor, não é ser louca.
    você deve procurar um reumatologista e um neurologista, com certeza, seus medicamentos serão para dor nevrálgica.
    tente ficar tranquila, pois a ansiedade, comprime mais a musculatura e provoca maiores dores.
    se cuide e deixe esse médico

    ResponderExcluir
  40. Olá,meu nome é klayton,tenho 31 anos,e venho sofrendo com dores e perdendendo a força da mão direita, devido a um acidente que sofri á 09 meses.Com isso fiz um eletroneuromiografia e o resultado é que tenho uma (polirradiculopatia traumatica) e o medico disse que isso é uma neuropatia axonal motora ulnar,oque significa isso e como devo proceder apartir de agora?,tanto quanto ao tratamento,e tambem se eu posso dar entrada no inss pois a dificuldade para fazer coisas do cotidiano ficou muito dificil como por exemplo trabalhar, pois eu sou cabelereiro...
    por favor me ajude sobre estas questões!

    ResponderExcluir
  41. ola Ane!Td bem?Desde 2006 começei a ter dores na escapula do lado esquerdo abaixo do ombro,e essa dor foi so aumentando,ja consultei varios medicos,nenhum consegue o diaguinostico correto, ja fiz duas ressonancias,tomografias,ja procurei ate o pneumologista porque quando respiro doi muito,ja fiz raio x ,ultrassonografia etbm fui ao neorologista,onde ele me disse que poderia ser dor neoropatica ,fiquei mto otmista fui medicado com tegretol,+ quando acabei de tomar o medicamento a dor começou do lado direito tbm,e isso ta me calsando uma forte depressao,fico irritado por nada e tbm me encomoda mto no trabalho , fiquei afastado por 9 meses e nada adiantou, e tbm o inss nao ve isso como doença e me chateia muito!Por favor me diz alguma coisa de bom ai, ajuda a solucionar esse problema, ja nao aguento + sofrer com isso!Obrigado! Junior de Mozarlandia Goias.

    ResponderExcluir
  42. boa tarde.

    tive um avc e desde então tenho dores no lado esquerdo. sou diabetico e atualmente tambem tomo o lyrica. vc indicaria um hospital Universitário em sao paulo onde posso procurar um especialista.

    ResponderExcluir
  43. Olá Já faz um ano que sofro de agulhadas nas nádegas, não consigo nem me vestir, nada pode tocar que coça demais, agora começou nas pernas também...Já procurei varios dermatologistas, alergistas e neurologistas, tomei gabapentina, lyrica e outros medicamentos sem resultados positivos, existe algum centro especializado ou algo assim que eu possa procurar? Moro no ABC Paulista.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. me falaram do dr roth vargas do centro medico de campinas. me disseram que ele é fera em neurologia.. estimo sua melhora

      Excluir
  44. Cleusa.Olá há 12 anos fiz uma cirurgia de abdominoplastia, após uma injeção de pré anestésico que recebí ainda no quarto, recebí uma anestesia peridural, passado o efeito,sentia fortissímas dores queimação choques em toda a perna esquerda do períneo até o calcanhar,quando toco na vagina o choque reflete na perna pode?acho que é o ciático,e com frequência tenho que esfregar a perna desesperadamente, é alucinante!só depois os choques queimação dores intensas voltam a dor normal até o lençol, roupa, um toque ,tudo preciso tomar medicamento prá dormir desde então ,anti-depressivo isso mudou muito a minha vida,é muito desconfortável,tenho cura? sou de São Paulo,podem me ajudar?.cleusavalverde@hotmail.com Grata.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. olá cleusa
      sei muito bem oque vc está passando.
      leia o meu depoimento logo abaixo. é horrivel mesmo! espero que vc melhore! um abraço claudia

      Excluir
  45. boa noite
    meu nome é claudia,tenho degeneração de disco na lombar , L5 S1 e comecei a sentir queimação na perna direita e fui num medico vascular pensando que fosse trombose, feitos todos os exames, o medico me mandou ir num neurologista. Bom, em 4 anos fui passando de medico em medico e devido á demora de um diagnostico passou para a outra perna e agora tbem nos braços. finalmente encontrei um medico que diagnosticou polineuropatia periferica. Estou tomando lyrica de 75 mg, á cada 12 horas e mirtazapina de 15 mg. Não tenho diabetes, e tbem todas as causas foram descartadas, restando apenas compressão do nervo.Agora vou fazer eletroneuromiografia para saber o tamanho do estrago!!! O problema maior é que engordei mais de 15 kilos e isso está prejudicando muito a minha saude, minha auto estima e tudo mais.. não sei mais oque fazer, estou com vergonha de sair de casa!! alguem pode me ajudar, já que o lyrica não diminuiu os sintomas?queria saber se alguem engordou tanto com essa medicação. obrigada

    ResponderExcluir
  46. Ah minhas pernas queimam demais, eu tenho dores insuportáveis. .. Nao sei o que fazer nao durmo a noite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Você deve procurar um médico da dor ou um fisiatra.

      Como você não dorme o ciclo da dor se agrava.
      Outra coisa antes de deitar tomo um banho quente. Deixo cair bastante água nas dores. Sento num banco e é assim que relaxo para aliviar um pouco.boa sorte.

      Eu sinto muito alívio.


      Tente colocar um CD de relaxamento.




      Excluir
    2. Você deve procurar um médico da dor ou um fisiatra.

      Como você não dorme o ciclo da dor se agrava.
      Outra coisa antes de deitar tomo um banho quente. Deixo cair bastante água nas dores. Sento num banco e é assim que relaxo para aliviar um pouco.boa sorte.

      Eu sinto muito alívio.


      Tente colocar um CD de relaxamento.




      Excluir
  47. Ola Ane Bom dia, meu nome é Paulo, tenho 25 anos e ha um ano sofri um acidente de moto onde se agravou meu quadro de dor, pois ja sofria ha uns 6 com fortes dores nas costas, pois bem, sofri o acidente e foi diagnosticado o meu problema e passei por uma cirurgia de artrodese lombar em l5- s1( na cirurgia foram colocados permanentemente 6 parafuso, 2 placas e dois fixadores, tudo de titânio) fiz a cirurgia em janeiro desse ano, logo apos a cirurgia houve uma complicação onde os medicos detectaram uma "coleçao", deixada atravez da cirurgia que segundo eles nao sabem de onde vem, Passei entao a sentir muita dor e desde a 2ª saida do hospital sinto dor ao andar por no maximo 30 minutos, ao ficar sentado por um certo tempo e logo preciso deitar,ja tomei e foram mudados minha medicação varias vezes, entre eles o naproxeno, amitripilina, lyrica, fluoxene, clonazepan e agora cloridrato de duloxetina,
    Fiz recentemente uma avaliação com o medico que me operou e ele me disse que nao ha nenhum problema com meus nervos( fiz um eletrocardiograma) e em minha 4ª ressonancia magnetica ele disse que estava tudo normal, porem, minhas costas continuam com um inchaço enorme, nao sai, é visivel e quanto a isso nao me disseram absolutamente nada, ja vi pessoas que passaram pelo mesmo procedimento que o meu e a coluna voltou ao normal, nao ficou um inchada.
    Ainda sinto fortes dores, no local da cirurgia sinto como se estivesse "dormente", nao consigo abaixar, virar rapido, agachar, nada, e o meu medico disse que nao pode fazer nada por mim, que nao sabe o que fazer e me mandou passar em um psicólogo, contar pra ele minha historia e ver se ele pode me ajudar.
    Começo a achar que fui submetido a essa cirurgia apenas pra que eles ganhassem dinheiro, pois, com uma resposta dessas nao sei mais o que fazer. Voce poderia me ajudar? Nao sei por onde começar... Desde ja agradeço sua atenção
    Obigado

    ResponderExcluir
  48. Paulo Henrique
    realmente esse profissional está deixando a desejar.
    voc~e deve procurar um médico da dor, é uma especialidade pouco conhecida, mas bastante eficaz.
    claro que você pode até precisar de um psicologo pelos traumas do acidente e sequela da cirurgia, mas não irá adiantar nada a questão das dores e etc,
    desejo boa sorte e mande notícias obrigada

    ResponderExcluir
  49. Olá Ane,
    Há mais ou menos 3 meses levei um golpe na mão, num pequeno acidente doméstico: sacudindo a poeira de uma bermuda, a fivela do sinto voltou com toda a força nas costas da minha mão. Fiz todos os exames, raio x e ressonância e não encontraram alterações significativas. Provavelmente algum nervo foi atingido. Tomei 3 caixas de ETNA, mas sem muito resultado. Atualmente parece piorar, pois arde, dói, pinica, coça e formiga. E caminha pela mão às vezes até o punho. Como sou músico e preciso tocar, essa situação me deixa triste e apreensivo. Será que precisarei de cirurgia? E se depois dela não conseguir mais mover a mão direito? Agora consigo tocar com dor e tudo, mas depois de uma cirurgia quem sabe?

    ResponderExcluir
  50. Cara Ane
    Há 3 meses atrás levei um golpe na mão num pequeno acidente doméstico. Fiz todos os exames e não foram encontradas alterações. Tomei 3 caixas de ETNA mas dói, formiga, queima e pinica até hoje. Tenho medo de ter que operar, pois sou músico. Dói mas consigo tocar. Depois de uma cirurgia não sabemos como fica. A recuperação de um nervinho é lenta assim mesmo?

    ResponderExcluir
  51. Sim
    Procure um especialista em mãos.
    Faça ågua quente no local..
    Melhoras

    ResponderExcluir
  52. Sim
    Procure um especialista em mãos.
    Faça ågua quente no local..
    Melhoras

    ResponderExcluir
  53. Ane, meu nome é Clara e fui diagnosticada com fibromialgia há quase um ano. Sempre fui muito resistente às dores ao ponto de aguentar uma trinca no osso do pé por 6 meses até descobrirem a tal fratura por estresse.
    No final da semana tomei banho frio de cachoeira e acordei de madrugada com fortíssimas dores nos braços... o que pode ser isso? Eles doíam demais...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A trinca no pé foi antes de ser diagnosticada com Fibro... eu tomo Lyrica para controle das dores malucas que irradiam pelo corpo (dores que nunca imaginei que existissem)... mas a dor nos braços depois da cachoeira, era muito estridente... acordei de tanta dor!

      Excluir
  54. Amei esse site pra mim vai ser de alta esclarecimento ...

    ResponderExcluir
  55. esse site pra mim está sendo de grande ajuda...

    ResponderExcluir
  56. Olá
    As neuropatias são extremamente sensíveis a temperaturas baixas e a movimentos fortes e repetidos.portanto coloque compressas de agua quente.
    Procure um medico melhoras

    ResponderExcluir
  57. Oi Ane,

    Sou de Manaus e estou sentido tudo isso,dor dormência,pontadas,queimação e choques,as vezes ficam mt quentes. é horrivel quase não sabemos explicar.
    Estou fazendo uso de gabapentina 600 mg 2x ao dia.Porém ainda continuo com muitas dores,estou no inicio do tratamento.Gostaria de saber se o remedio demora fazer resultado.
    E se tem algum tratamento alternativo que possa ajudar.

    Gostaria de receber resposta.

    ResponderExcluir

Obrigada por ter me visitado, volte sempre
Ane Coelho

Daily Calendar

Seguidores

alongamento

alongamento

Notícias

Loading...

Follow by Email

dores e doenças autoimunes

Loading...
Loading...

saúde

Loading...