domingo, 14 de fevereiro de 2010

IMPLANTE DE BOMBA DE INFUSÃO PARA TRATAMENTO DE DOR NEUROPÁTICA

Implante de bomba de infusão para tratamento de dor neuropática.

Dr. Rodrigo de Mattos Labruna

Segundo a Associação Internacional para o Estudo da Dor ( IASP ), a dor neuropática é causada por lesão ou disfunção do sistema nervoso, periférico ou central.
Havendo lesão anatômica ou alteração funcional dos nervos, medula ou encéfalo, pode haver sensibilização do sistema nervoso, desequilíbrio entre vias transmissoras e supressoras, hiperatividade de substâncias algogênicas, e cronificação da dor.
Características como queimor, formigamento, choque, são descritas pelos pacientes com dor neuropática, e diferentes indivíduos podem se queixar de outros sintomas, como peso, picada, dormência, latejamento, permanentes ou episódicos, paroxísticos ou não.
Alodínea, analgesia, anestesia, disestesia, hiperalgesia, hiperestesia, hiperpatia, parestesia, dolorosas ou não, podem acompanhar a dor neuropática.
A dor neuropática pode estar associada ‘a dor nociceptiva , caracterizando-se uma síndrome dolorosa mista, como nas discopatias, síndrome pós-laminectomia, câncer, etc.
O tratamento da dor neuropática envolve a remoção da causa, embora, muitas vezes, a cronificação da dor faz surgir um conjunto de sintomas independentes e refratários aos tratamentos convencionais. Além do tratamento da causa ( se possível ), o tratamento da dor neuropática, em si, envolve: analgésicos, drogas adjuvantes, bloqueios anestésicos, fisioterapia, reabilitação, psicoterapia,etc.
Anticonvulsivantes, antidepressivos, neurolépticos, antiinflamatórios, corticosteróides, anestésicos, bloqueadores de canais de cálcio ou sódio, ansiolíticos, e outros medicamentos, podem ser utilizados, associados ou não. Opióides, geralmente usados na dor nociceptiva, podem ser úteis na dor neuropática.
Quando todo este tratamento multidisciplinar é insuficiente, a infusão intratecal de medicamentos ou a estimulação elétrica do SNC podem ser necessárias. Muitas vezes, a medicação por via oral , em altas doses, provoca efeitos colaterais . A infusão intratecal de drogas permite a utilização de doses menores, com ação direta no SNC, menor absorção pela circulação sistêmica, e menos efeitos colaterais. O sistema de infusão de drogas é tratamento modulatório da dor, pois podem ser modificadas as concentrações, velocidade de infusão, substituir-se a droga, desligar o sistema, sem que haja ablação do SNC.
Alguns exemplos de patologias que manifestam-se por dor neuropática, associada ou não ‘a dor nociceptiva, e que podem ser tratadas por infusão intratecal de medicação: lombalgia, síndrome pós-laminectomia, câncer, lesão medular, encefálica, espasticidade, aracnoidite, siringomielia, dor complexo-regional, doenças desmielinizantes, etc, desde que apresentem-se com dor refratária ao tratamento conservador.Cada caso deve ser avaliado individualmente.
Das drogas utilizadas no sistema de infusão, as mais comuns são, associadas ou não: morfina, metadona, e outros opióides. Anestésicos locais, como lidocaína, bupivacaína, ropivacaína, e outros; agonistas alfa-adrenérgicos, como clonidina; agonistas do GABA, como baclofeno e midazolam. A associação de drogas permite a potencialização do efeito das medicações e diminuição das doses.
Num passado recente, utilizamos bombas de infusão mecânicas, acionadas por digitopressão do reservatório, que não são mais encontradas no mercado. Temos alguns pacientes, em nossa casuística, com estas bombas. Atualmente, as bombas disponíveis são as eletrônicas, ativadas por bateria e controladas por telemetria, e as ativadas a gás.
O implante da bomba deve ser precedido pelo teste, que envolva a injeção, por cateter epidural, da medicação, durante alguns dias, até que se avalie controle da dor e efeitos colaterais.
A técnica do implante consiste em punção da raque, fixação do cateter no músculo e subcutâneo, tunelização do mesmo, pelo subcutâneo, até o abdômen, onde é conectado ‘a bomba, localizada em bolsa do subcutâneo abdominal.
São possibilidades de complicação: efeitos colaterais da medicação da bomba, infecção do sistema, desalojamento do cateter da raque ou das conexões, fístula liquórica, mal-funcionamento do sistema.
http://www.neurotarget.com/?p=257

24 comentários:

  1. vcs sabem dizer odne posso encontrar informações para administração da medicação na bomba (preencher a bomba)? Sou enfermeira e uma paciente solicitou "recarga" de sua bomba, como fazemos? Obrigada!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Faço acompanhamento da minha bomba com Dr. Luis Augusto Rogano (MARAVILHOSO) tel consultório 11 3872 9190.

      Excluir
    2. Procure Hospital das clinicas ou nove de julho que faz a recarga tb.

      Excluir
  2. realmente não sei te esclarecer, acho até que é em entro cirurgico, mas procure se informar com um neurocirurgião
    boa sorte

    ResponderExcluir
  3. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  4. Fiz o teste da bomba com morfina e quase morri. O mau estar é tão grande que teve que ser interrompido, não vale a pena. Logo depois ocorreu a morte do cantor M.J., aí é que não arrisco mesmo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não é bem assim querida!!!! Existem casos e casos... Eu fiz o teste e não senti nada, apenas o sumiço da dor lombar depois de ser retalhada 6 vezes, fiz tudo de cirurgia para ficar boa e nada.... faz uma semana que instalei a bomba pq o teste deu certo e uma coisa mto importante, nao é só morfina que pode ser usada na bomba...enfim a bomba agora está sendo com todo o cuidado do mundo sendo ajustado ao meu quadro de necessidade... E outra nao tem como morrer com a bomba pq a dose que vai para a medula é baíxissima... E ´só se morre quem usa morfina desenfreadamente via oral ou endovenoso... Acho que vc não teve mta sorte no seu teste... Procure o Hosp Nove de Julho, Albert Einstein ou HC que tem diversos paliativos e outros tipo de implante que vc pode fazer....boa sorte!

      Excluir
  5. Coloquei bomba de infusão em fevereiro de 2011,até agora estou muito satisfeita com o resultado,pois já fazem 2 meses que estou completamente sem dor,mas tomo tbm opióides coadjuvantes (anti deprecivos e anseoliticos).Mas não posso esquecer o principal muita fé em Deus.

    ResponderExcluir
  6. boa tarde fiz uma cirurgia de coluna lombar e meus musculo da regiao da cirugia necrosou .tenho muita dor .faço tratamento dar dor .meu medico que implatar uma bomba de infusao de farmocos.na coluna .mas tenho medo .sera que seguro.por favor respom.-me obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Querido.... primeiro vc tem que fazer o teste onde é passado um cateter peridural na medula e a ponta fica na sua barriga ligada numa pca...se der certo vc vai passar por exames pré-operatórios e então verá se está habilitado a fazer a cirurgia. Toda cirurgia é um risco, mas com fé em Deus e tb. muita calma e confiança que vai dar tudo certo para o pós-operatório der certinho...vc estará livre da dor!!!! A operaçãao é simples... veja: http://www.ctidor.com/procedimentos/implante-de-bomba-de-analgesicos-intratecal/

      boa sorte e felicidades...

      Excluir
  7. fiz cirurgia com colocação de artrodese de coluna lombar há 1 ano e meio. tenho dores terríveis. fui encaminhada para o teste da bomba de infusão, porém tenho muito medo. vc tem mais informações a respeito de pessoas que fizeram o implante ?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tenha medo de viver com essa dor ou melhor nao viver...faça o teste...é mto simples e rapido...abs

      Excluir
  8. Amigos. eu sou o Cristian e tenho uma bomba de morfina implantada para tratamento da fibromialgia e da polineuropatia também. Tenho 34 anos e implantei a bomba aos 27 anos, tive uma boa melhora da minha qualidade de vida. O que dá um pouco de medo é quando dá algum problema na bomba ou acaba a morfina pois tem-se abstinência da morfina. Do mais estou a disposição para tirar dúvidas meu e-mail é cris-glau@uol.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mas que tipo de bomba é essa que vc usa que a dose é tão alta que te dá crise de abstinencia....Pois a minha está mto bem explicada que não dá... veja http://www.ctidor.com/procedimentos/implante-de-bomba-de-analgesicos-intratecal/

      Eu não regulo ela só o médico e dura um ano o reservatorio... abs

      Excluir
  9. Fiz a implantação da bomba de infusão de morfina no dia 17/05/12 na cidade de bauru, em virtude de problemas de coluna, após ter passado por uma ardrodesse em outubro de 2010. A minha bomba é controlada por telemetria. Já senti melhora, apesar de ter algumas coisas que ainda me incomodam. O negócio é orar e pedir a Deus que para que tudo se transcorra normalmente

    ResponderExcluir
  10. Meu nome é Jussara já coloquei o neuroestimulador medular, porém meu médico achou melhor retirar pois não surtiu efeito em 31 de outubro coloquei a bomba o qual já me arrependi pois os efeitos colaterais são terríveis (muitos vômitos,constipação intestinal medonha, retenção de urina, lingua adormeciada, uma sensação de tontura constante muito desanimo) A cada dia que passo sinto mais vontade de desistir de tudo. saracardim@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. CONVERSOU COM SEU MÉDICO? ISSO É PQ A DOSAGEM QUE ESTÁ SENDO ENVIADO PARA A SUA MEDULA NÃO ESTÁ NO NÍVEL ADEQUADO, OU SEJA, MTO ALTO! ABRAÇO

      Excluir
  11. Meu nome é Nirlene, fiz 12 cirurgias na coluna, 22 bloqueios, coloquei bomba de morfina e quase morri de tanta dor e não melhoro nada. Não aconselho ninguém a colocar a Bomba de Morfina, fiquei um 1 ano e meio com ela, e não houve nenhuma melhora, fiquei com dores no mesmo jeito, aumentou meu peso, e problemas com meu colesterol. Não aconselho ninguém a coloca-la.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pq está com a bomba se ela não faz efeito? Vc fez o teste antes de implantá-la? No qual diria se a bomba era indicada ou não para o seu caso... Não diga uma coisa dessas existem pessoas que respondem a bomba de morfina e eu sou uma delas e ganhamos qualidade de vida que não tinhamos...LOGO NÃO GENERALIZE!

      Excluir
  12. Olá! Também sofro com dor crônica em decorrência de um problema na coluna.
    Atualmente uso adesivos transdermicos de fentanila (Durogesic D-Trans). Estou avaliando a possibilidade de implantar a bomba de morfina, mas antes queria mais detalhes e não estou encontrando muita coisa na net. Queria saber como é o procedimento exatamente, onde a bomba fica, como é feita a carga, seu eu mesmo posso controlar a dose (respeitando o limite máximo) e como é feito isso, se fico com algum tipo de limitação pelo implante, etc. Se souber onde encontro essas informações, por favor, me passe os links.
    Também tenho um blog: http://sosmarcio.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. boa noite , meu nome é Luís silva e sou de Portugal , eu tive uma hérnia discal l5 s1 em que operação não correu bem passado de um ano fiz nova cirurgia para colocar uma prótese de seis parafusos para fazer efeito de amortecedor e aliviar a dor mas essa operação foi o meu inferno pois piorei drasticamente comecei a ter dores nas duas pernas a partir dai foi só tentativas de aliviar a dor mas todas em vão até que chegou ao momento da aplicação da bomba infusora no principio era controlado mas como as dores são muitas a quantidade de morfina tem aumentado substancialmente faço carregamentos mensais não é fácil antes e após de carregar a bomba sinto-me uma lastima nessas alturas muitos males estares com falta dessa droga e também a bomba já saiu fora do sitio e teve que ser reposta ando com muitas limitações no dia a dia custa muito por vezes da-me vontade de desistir mas tenho tentado lutar com todas as minhas forças e muita fé , a altura que me senti melhor foi mesmo ai no brasil em Maceió terra da minha esposa parecia outro homem o clima quente foi minha melhor recuperação até hoje, agora só penso no dia de ter tudo resolvido em Portugal para ir para brasil, e também tenho de encontrar um medico que faça acompanhamento da bomba infusora de morfina alguém conhece em Maceió ou arredores de um medico que o faça??? resposta luismgdasilva@hotmail.com

    ResponderExcluir
  14. Pessoal, sofro de Neuropatia Dolorosa, a chamada neuralgia. A minha acomete o nervo pudendo. Era atleta, minha vida está um inferno! O melhor para dor neuropática é bupivacaína e NÃO morfina. Não coloquem morfina somente, morfina é para dor visceral! Dor de nervo só resolve com bloqueio dos canais de sódio, quem faz isso é a bupivacaína. Gostaria de saber o custo para colocar esse dispositivo.

    ResponderExcluir
  15. Lilian onde vc fez o seu tratamento e implantação da bomba, faço tratamento no hospital paulistano já fiz 2 cirurgias, inclusive uma artrodese lombar e os neurocirurgiões me indicaram o teste, porém a equipe de dor disse que quando operamos o nosso tecido fica com fibrose e por isso não tem como passar o cateter e fazer o teste, eu descordei, pois li comentarios de pessoas que fizeram a mesma coisas que eu e deu para fazer o teste inclusive um amigo tbm mesmo com tecido com fribose o que vc acha e me aconselha, espero pelo seu conselho, pois minha dor é cronica e muito rebelde resistente até a morfina

    ResponderExcluir
  16. Lilian estou com a carta para o implante da bomba de morfina no hospital das clinicas de sp, ja tomo morfina para dor cronica ha 1 ano, gostaria de saber como é o teste para o implante quanto tempo fica internada e quais os sintomas se é menor do que tomar via envenosa, tem algum risco na hora do implanate.Se pudr me ajudar fico grata.meu e-mail é cristina.caragua@hotmail.com

    ResponderExcluir

Obrigada por ter me visitado, volte sempre
Ane Coelho

Daily Calendar

Seguidores

alongamento

alongamento

Notícias

Loading...

Follow by Email

dores e doenças autoimunes

Loading...
Loading...

saúde

Loading...