domingo, 14 de fevereiro de 2010

Região Cervical : causas de radiculopatia

Região Cervical: CAUSAS
RADICULOPATIA

Sintomas
O sintoma mais comum de radiculopatia cervical é a dor que se irradia do pescoço para os braços. Sintomas sensoriais são mais comuns do que sintomas motores e fraqueza muscular, e é normalmente um sinal de que a compressão no nervo é mais grave. A qualidade e o tipo de dor podem variar de sensibilidade, podendo ser uma dor contínua e difícil de localizar, ou uma dor mais aguda com ardência e de fácil localização. Radiculopatia pode criar hiper-sensibilidade ao toque, bem como dormência na área da pele suprida pela raiz do nervo afetado. Dor nos braços e na nuca é normalmente o primeiro sinal de que as raízes de seus nervos estão irritadas em virtude de algum problema no pescoço. Sintomas como dormência, formigamento e, especialmente, fraqueza nos músculos dos braços constitui um sinal de alerta de que seu problema pode ser mais sério. Fraqueza nos braços é um sinal definitivo de que você deveria consultar um médico sobre sua dor na nuca.

Diagnóstico
Existem várias e diferentes causas para a radiculopatia. O diagnóstico correto da causa de seus sintomas inicia com um exame físico completo do pescoço, braços e extremidades inferiores. Seu médico examinará seu pescoço quanto à flexibilidade, à abrangência do movimento e à presença de certos sinais que sugerem que uma raiz de um determinado nervo está sendo afetada. Isto, muitas vezes, requer seja testada a força de seus músculos e checados seus reflexos para certificar-se de que ainda estão trabalhando normalmente. Você será solicitado, muitas vezes, a preencher um questionário que pergunta onde estão ocorrendo seus sintomas de dor, dormência, formigamento e fraqueza.

Um conjunto de raios-X será normalmente solicitado quando um paciente com dor na nuca vai consultar um médico. Uma RM ou TC também pode fazer parte da avaliação para as causas da radiculopatia. Uma RM é muito útil para determinar onde as raízes dos nervos estão sendo comprimidas, porque esse tipo de exame foi desenvolvido para mostrar as estruturas dos tecidos macios, como nervos e discos. Uma TC é muitas vezes usada para avaliar a anatomia óssea da coluna cervical, que pode mostrar quanto espaço ainda existe disponível para as raízes dos nervos e para a medula espinhal dentro do canal espinhal. As raízes dos nervos saem do canal espinhal através de um túnel ósseo denominado neuroforâmem, e é nesse ponto que as raízes dos nervos estão especialmente vulneráveis à compressão.

Em muitas instâncias, uma TC ou um RM não são solicitados antes de se haver tomado a decisão de fazer uma cirurgia. Procede-se assim porque estudos científicos mostram que muitas pessoas tidas como portadoras de colunas "normais", quando submetidas a uma RM, revelam uma coluna com hérnias de disco cervicais, que podem ser responsáveis pela compressão da raiz dos nervos, embora não apresentem nenhum sintoma de dor na nuca. Por conseguinte, uma RM, normalmente, só é solicitada quando o diagnóstico não está claro ou depois que se torna claro que o paciente não terá melhoras se não se submeter a uma cirurgia. Nessa hipótese, o cirurgião recorre a uma RM para determinar que tipo de cirurgia é a mais indicada para aliviar os sintomas do paciente.
Seu médico será capaz de analisar com você o significado de seu diagnóstico em termos de opções de tratamento. Para a maioria das pessoas que não tem certeza de que a compressão exercida sobre a raiz dos nervos está relacionada com a fraqueza nos músculos, a terapia começa por drogas não-esteróides, antiinflamatório e fisioterapia. Um colar cervical leve é, muitas vezes, prescrito para que a nuca tenha uma chance de repouso.

Cirurgia para radiculopatia é indicada como opção preventiva para pessoas que têm certeza de que a sua fraqueza muscular é causada pela compressão exercida sobre a raiz, sobre os nervos ou sobre a medula espinhal, porque a fraqueza muscular é um sinal definitivo de que os nervos estão sendo mais seriamente lesados do que quando só aparece o sintoma da dor. Em outras situações, a cirurgia só é indicada depois de a fisioterapia, o repouso e os medicamentos terem falhado na tentativa de aliviar adequadamente os sintomas de dor, dormência e fraqueza.


http://www.vertebrata.com.br/cerv_radiculopatia.php

8 comentários:

  1. entendi tudo!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Realmente esclarecedora resposta a minha pergunta. Estive ontem em consulta com neuro-cirurgião, solicitei o CID de minha doença e o mesmo, foi diagnosticado como M-51.1 "transtornos de discos lombares e outros discos intervertebrais com RadiculopatiA" palavra essa por mim desconhecida. Hoje entendendi realmente meu problema. OBRIGADO. J.GeraldoAlmeida, SP. 17MAR2012

    ResponderExcluir
  3. Geraldo,
    desejo melhoras e se cuide
    um abraço
    Ane

    ResponderExcluir
  4. Após todas as tentativas em janeiro de 2011 passei por uma cirurgia de descompressão medular cervical, mas pouco adiantou pois continuo sentindo muita dor na nuca.
    Porem valeu a informação

    ResponderExcluir
  5. Cinco horas da manha e nao consigo dormir, pq o meu braco formiga e ta quente e a minha nuca tem um tijolo pendurado...tenho tambem a m50.1 e estou desesperada. Obrigada pessoal!abc Giane

    ResponderExcluir
  6. Olha tenho o cid M51.1, estou sofrendo muito com este problema,
    o meu prpblema é lombar e cervical, queria saber se posso requerer a aposentadoria, por favor tirem a minha duvida

    ResponderExcluir
  7. Olá

    Essa pergunta é impossível te responder.
    Depende da cabeça do perito infelizmente, mas acho que você tem que tentar.
    Melhoras

    ResponderExcluir

Obrigada por ter me visitado, volte sempre
Ane Coelho

Daily Calendar

Seguidores

alongamento

alongamento

Notícias

Loading...

Follow by Email

dores e doenças autoimunes

Loading...
Loading...

saúde

Loading...